Gostaria de comentar a matéria publicada em vários jornais a respeito da bibliotecária do Rio Grande do Sul sendo filmada vendendo monografias na biblioteca em que trabalhava.Agora eu pergunto : Não dá uma preguiça ouvir coisas deste tipo?

Depois de tantos esforços que vem sendo feitos em prol da conscientização da importância não somente do bibliotecário mas também do uso da informação, me aparece um “escândalo” desses.De acordo com uma lista de discussão que assino,  uma pessoa que havia estudado com ela, disse que a ex-bibliotecária – já que seu registro será cassado, até mesmo depois da enorme exposição e repercussão do fato – era uma “excelente” profissional.

Não cabe a mim jugá-la, até mesmo porque não sou juiz. Mas o que devemos ter em mente é que não se pode colocar em jogo toda uma trajetória de carreira, de experiências, de aprendizado, noites mal dormidas por um pequeno montante de dinheiro.Ética é uma das disciplinas que deveriam ser obrigatórias nos currículos dos cursos de Biblioteconomia no Brasil , principalmente.

Anúncios