Pode parecer estranho como método, mas o conselho de Norfolk County, ao norte de Londres, aprovou os resultados. Nos últimos três anos, a biblioteca do condado tem utilizado serviços de detetives particulares para buscar leitores que ficaram devendo a devolução de livros, o pagamento de multas por atraso ou que não estavam em dia com a mensalidade. Mais estranho é a soma gasta nos últimos três anos na busca dos devedores: 82.358 libras, ou quase R$ 300 mil. Jennifer Holland, diretora do Conselho da Biblioteca e do Serviço de Informações se justifica: “Como último recurso, quando os elementos têm um valor alto e que não dispomos do endereço do devedor para recuperá-los, nós utilizamos essas agências de busca e empresas particulares para investigar”. Em seis anos, os leitores da biblioteca acumularam mais de 1,4 milhões de libras em multas.

 

Fonte: PublicNews

 

Anúncios