J.K. Rowling, Philip Pullman, Keith Gray, Terry Pratchett, Anne Fine e Michael Rosen são alguns dos escritores ingleses que se juntaram a professores, bibliotecários e livreiros para protestar contra a classificação dos livros por faixa etária. A decisão de marcar os livros infantis com a indicação de uma idade apropriada para a leitura foi tomada por algumas editoras inglesas depois que, informa o The Guardian, uma pesquisa da Childrens Book Group of the Publishers Association feita em 2006 apontou que 86 dos consumidores eram a favor de um guia etário. Já a petição dos autores, que está disponível online, afirma que a proposta é danosa para os interesses dos jovens leitores.
Fonte: PublicNews
Anúncios