O romance ‘As memórias do livro’ da escritora e jornalista do Washington Post, Geraldine Brooks , lançado no Brasil pela editora Ediouro já se tornou um best-seller. “A autora usou uma pitada de ficção para relatar os caminhos percorridos por um livro conhecido como a “Hagadá de Sarajevo”, de alguns daqueles que tentaram destruí-la e também de outros que, com sucesso salvaram-na nos últimos séculos”, diz Luciana do blog Gospel.com.

A dedicatória foi direcionada aos bibliotecários, representados na obra pela restauradora Hanna Heath, que é convidada a analisar e recuperar um raro manuscrito judeu medieval que reaparece na Bósnia arrasada pela guerra civil.

Eis aí um livro que , na minha opinião, nós como estudantes de biblioteconomia , deveríamos ler.Mais informações podem ser consultados no site do livro http://www.asmemoriasdolivro.com.br/

Anúncios