Corroborando com o que eu já tinha dito aqui nesta semana sobre a desigualdade digital,acabei de receber uma informação sobre o verdadeiro abismo digital no nosso país. Uma pesquisa realizada pela Comissão Econômica para América Latina e do Caribe (Cepal), vinculada à Organização das Nações Unidas (ONU) revela que entre os países da américa Latina e Caribe, o Brasil se destaca como sendo o que mais apresenta disparidade no acesso.”Entre os mais ricos, uso da internet é de 52%; entre os mais pobres, de 1,7%”, mostra estudo da Cepal.
Talvez a causa, muitos podem afirmar, seja pelas nossas dimensões geográficas ou até mesmo pela gritante desigualdade social.Mas o que temos que perguntar é: Como possibilitar um maior acesso à internet no Brasil? De que maneira a biblioteca como organismo “vivo” na sociedade pode auxiliar nesse objetivo?
A íntegra da pesquisa como seus respectivos dados pode ser conferida no site da Agência Brasil, através do link http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2009/04/07/materia.2009-04-07.4280330998/view

Fonte: Agência Brasil

Anúncios