FELIPE MAIA
da Folha Online

O Google anunciou nesta quinta-feira (28) o lançamento de uma espécie de “e-mail de última geração”, que mistura aspectos de rede social, correio eletrônico e programas de mensagens instantâneas. O objetivo do produto, chamado Wave, é agilizar a troca de informações entre os internautas, permitindo o rápido compartilhamento de arquivos em texto, fotos e mapas.

Por enquanto, o Google Wave está disponível apenas para 3.000 desenvolvedores. Assim como acontece com o Chrome e o sistema operacional para celulares Android, a plataforma é aberta, para permitir que esses programadores adicionem aplicativos ao serviço. De acordo com a empresa, o sistema será aberto para usuários finais até o fim do ano.
A ideia é que os usuários saibam, em tempo real, o que seus contatos estão fazendo. Ao contrário do que acontece com o Windows Live Messenger, (popularmente conhecido como MSN) e nos sistemas de e-mail, em que é necessário que um usuário clique em “enviar” para que o outro receba a mensagem, no Wave as letras já aparecem enquanto o texto é digitado.

Também é possível adicionar fotos que estejam armazenadas no computador do internauta –uma ferramenta monta uma apresentação de slides com as imagens enviadas pelas pessoas que participam da conversa. Só têm acesso a esses dados os internautas adicionados à conversa.

O Wave também permite que vários usuários editem um documento de texto, por exemplo, ao mesmo tempo. O programa mostra as alterações feitas por cada um.

Há também a possibilidade de adicionar mapas e games ao sistema –durante apresentação em São Paulo, executivos mostraram o protótipo de uma partida de xadrez que pode ser jogada pelo serviço. O Google também promete uma ferramenta para a adição de vídeos.

Ainda não está claro como a ferramenta vai se integrar a outros produtos do Google, como o Docs e o Gmail, para impedir a “canibalização” entre os serviços.

“O Gmail é um serviço muito popular, várias pessoas o usam em todo o mundo. Estamos estudando modos de integrar o Wave a outros dos nossos serviços”, afirma Lars Rasmussen, coordenador do projeto, desenvolvido pela unidade australiana da companhia.

O lançamento é uma resposta ao fato de o sistemas de e-mail estarem perdendo popularidade, devido à concorrência com redes sociais e sistemas de troca de mensagens instantâneas –o correio eletrônico tende a ser considerado um instrumento muito sisudo e protocolar.

Fonte: Folha Online- Informática. Acesso 28/05/2009

Comentário

Acredito que a criação desse novo “super e-mail” tende a dinamizar as atividades do tão estático e-mail convencional.Como diz a própria reportagem, o formato atual deixou de ser interessante e perdeu “audiência” para as redes sociais.Cá pra nós: o Twitter, como um serviço de microblog, tornou-se sucesso rapidamente,o que ao meu ver, obrigou o gigante Google a colocar a cuca pra pensar em um concorrente à altura.Esperemos pra ver… mas até lá muita coisa pode acontecer.

OBS: De acordo com o site Update or die, há uma forma de pedir sua conta na versão beta (experimental), caso não aguente esperar até o final do ano.Para isto é necessário enviar um e-mail para o pessoal do Google pedindo a versão para teste.Você pode fazer o pedido clicando aqui

Anúncios