A recente não-obrigatoriedade do diploma de jornalismo para o exercício da profissão provocou muito alarde nas útlimas semanas.Alguns blogs de Biblioteconomia, como o Bibliotecários sem Fronteiras, discutiram a decisão do Supremo Tribunal Federal.O que nos preocupa, no entanto, é a possibilidade do mesmo STF derrubar outras regulamentações em vigor.

“Ela (queda do diploma de jormalismo) vai suscitar outros debates em relação a outras profissões regulamentadas”, afirmou. “Certamente, na mesma linha, o tribunal vai dizer que outras profissões que não precisam de aporte científico-técnico específico para serem exercidas também não devem ser regulamentadas. Vai ser um modelo de desregulamentação a partir dessa decisão”, ressaltou Mendes em entrevista ontem (19 de junho).

Fica como sempre certo receio com relação a esta discussão.Afinal, a classe deverá discutir, aproveitando o fervor do debate, os prós e os contras para a profissão caso a decisão seja tomada.A nossa classe deverá traçar uma nova forma de fazer com que debates como este sejam destrinchados antes que todos sejam pegos de supresa.

Anúncios