O conhecimento científico ao meu ver é um só.Ou melhor:é a fusão de vários conhecimentos que juntos tornam-se um conhecimento maior, este último mais robusto que serve de fundamento para o desenvolvimento da sociedade em todos seus aspectos.

Porém, o que se vê hoje em dia – principalmente entre estudantes no afã da academia – é um debate que , volta e meia, vem à tona nas rodinhas de estudos.Afinal, qual ‘ciência’ é mais útil para a sociedade: as humanas ou as exatas?

Em minha opinião acho o debate totalmente desnecessário, até porque não há, como já dito anteriormente, ciência mais “inteligente” e útil” que a outra.Todas são complementares e, logo, necessárias.

No entanto, há se de considerar que uma pode se sobressair sobre outra – isto é refletido nos investimentos que umas recebem mais que as outras.Mas, diferentemente do que muitos pensam e andam falando por aí, cada uma têm sua particularidade e objeto de estudo próprio que a torna única e distinta das demais.

O embate entre os dois principais campos do conhecimento só vem empobrecer o progresso da ciência.Além de desnecessária, a discussão traz o perigo de carregar consigo preconceitos que poderiam ser evitados no ambiente acadêmico.Preterir uma ciência e maximizar outra só serve para alimentar discursos vazios que andam rondando as universidades brasileiras.

Como dizem por aí:A ciência no seu quadrado!

Anúncios